Sem categoria

Onboarding: a importância do acolhimento na chegada

Onboarding: a importância do acolhimento na chegada

Sabemos que o onboarding é um processo muito importante para os funcionários de qualquer empresa. Por isso, vamos trazer neste artigo um pouco mais sobre esse assunto que é tão relevante no mundo corporativo.

O processo de onboarding nas empresas é o responsável por ajudar os profissionais a se sentirem parte do negócio e motivados a entregarem os melhores resultados desde a sua chegada. Para saber mais sobre esse assunto, continue a leitura e aprenda com o time da Vallora como fazer um onboarding com excelência. Acompanhe a seguir:

O que é onboarding?

Antes de aprofundarmos no assunto, é importante que você saiba exatamente o que é o onboarding. Onboarding é o processo pelo qual os colaboradores de uma empresa são introduzidos ao local. Ele pode ocorrer de diversas maneiras e, quando realizado da forma adequada, faz com que o profissional tenha a possibilidade de ter um ótimo desempenho desde o começo da sua jornada.

Por que o onboarding é um processo tão importante?

Encontrar os talentos mais alinhados às vagas disponíveis na empresa já é um desafio. Mesmo que o processo de recrutamento e seleção esteja bem estruturado, após a contratação é que a companhia conseguirá saber de fato sobre as potencialidades do novo funcionário.

O onboarding provê à empresa a oportunidade de maximizar os resultados comerciais e estratégicos já no princípio da atuação do novo funcionário, motivando-o.

Para isso, é fundamental trabalhar com algumas ações, como a integração com o time, imersão cultural (o funcionário precisa ter claro o posicionamento da empresa, quais os seus valores, visão e missão), criação de uma forte conexão da equipe para a recepção do novo colaborador e a utilização de ferramentas digitais para entender melhor as características individuais do profissional.

Com isso, podemos destacar que o processo é crucial para evitar interpretações erradas sobre as atividades e posicionamento da empresa, ter alto aproveitamento e produtividade e, principalmente, diminuir a taxa de turnover da empresa.

Destacando esse último aspecto, o onboarding tem um impacto positivo sobre as taxas de rotatividade, especialmente quando falamos sobre os três primeiros meses e o primeiro ano, considerados os mais críticos pelos recrutadores.

Afinal, ter que recrutar novamente, fazer todo o treinamento, assim como realizar os processos de demissão e admissão geram gastos para a empresa, que pode economizar com um processo estruturado de onboarding.

Quais as outras vantagens da implementação do processo?

O onboarding não tem apenas como função diminuir a taxa de turnover e aumentar a produtividade. Também existem outras vantagens para os colaboradores, como uma experiência de contratação diferenciada. Isso quer dizer que, ao chegarem na empresa, eles já serão acolhidos e poderão se desenvolver e atingir os primeiros objetivos já nesse início.

Além disso, a organização cria uma boa primeira impressão, fundamental no processo de atração de futuros talentos. Afinal, quem melhor para divulgar a sua marca empregadora do que os seus próprios funcionários?

Como você pode ver, o processo de onboarding é essencial para uma organização que deseja reter os seus melhores talentos, mas também aumentar os lucros e atingir a máxima qualidade de seus produtos e serviços.

Separamos aqui os 3 principais motivos para você não deixar de realizar o processo de onboarding na sua empresa:

1. Redução do turnover

A redução do turnover é o benefício mais latente do processo de onboarding. Um funcionário que se sente engajado com a empresa, seus valores e seus colegas de trabalho tem muito menos chances de querer trocar de emprego, mesmo quando a remuneração for maior em outras empresas.

2. Aumento da produtividade

Ainda segundo a Harvard Business Review, um funcionário pode levar de 8 a 12 meses para começar a ser produtivo na empresa. Isso porque leva um tempo maior para que ele se sinta à vontade com os ritos e colegas de empresa, impedindo-o de avançar mais rápido nas tarefas operacionais.

3. Reduz a ansiedade no trabalho

Uma das experiências mais negativas para um colaborador é a ansiedade no trabalho. E ela pode começar no primeiro dia, se não houver um processo de onboarding adequado.

Por isso, ter esse processo implementado ajuda os novos funcionários a se adaptarem e se sentirem bem no trabalho mais depressa, evitando problemas psicológicos que possam afetar seu dia-a-dia na empresa.

Leia também: Compliance chegou para ficar: entenda a sua importância

Como desenvolver um processo de onboarding nas empresas?

Para implementar o processo de onboarding em uma empresa, é preciso seguir alguns passos importantes. É claro que cada empresa vai verificar como o processo pode ser feito de acordo com a realidade do negócio, mas é possível fazer um plano com os itens: comunicação, lideranças, exigências e feedbacks.

A comunicação deve ser feita de forma clara e objetiva. Essa parte pode ser gerenciada pelo setor de Recursos Humanos (RH) da empresa. Assim, é preciso entender que o onboarding começa desde o primeiro momento em que o colaborador sabe que foi selecionado. Por isso, o famoso e-mail de boas-vindas é muito importante e não deve ser ignorado se você quer ter um processo de onboarding excelente.

Depois da comunicação, é preciso pensar na apresentação do colaborador às lideranças. Ao conhecer os seus líderes, o profissional pode desenvolver um senso de respeito e conhecimento em relação à empresa.

Posteriormente, é preciso mostrar ao novo colaborador quais serão as suas atribuições, bem como introduzir essa questão no dia a dia dele de forma gradual. Todo o processo deve ser pautado em feedbacks positivos ou de aprendizado para que o profissional se sinta seguro ao ingressar na empresa.

Como fazer um onboarding de resultados?

Para fazer um onboarding de resultados, é necessário se planejar. Você deve contar com a ajuda de outros setores da empresa para isso, de modo que até mesmo os colegas e líderes do novo contratado possam ajudar a recebê-lo. O planejamento deve conter o tempo, o treinamento e as incumbências de cada um dos envolvidos.

Além disso, é muito interessante fazer um onboarding personalizado de acordo com os conhecimentos e perfis de cada um dos novos funcionários. Dessa maneira, poupa-se tempo e os profissionais já começam engajados na empresa.

O que achou do onboarding? Saiba que sua empresa e seus funcionários têm muito a ganhar com esse processo. Isso porque o onboarding consegue alinhar as demandas que a empresa tem com seus funcionários, e tornar mais claro, cada processo que a empresa precisa executar com qualidade. Assim fica mais fácil para que todos entendam bem suas responsabilidades e como podem ajudar outros setores.

Gostou do nosso conteúdo? Então, não deixe de acompanhar as nossas redes sociais e não perca mais nenhuma dica como essa para o seu negócio!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.